quinta-feira, maio 17, 2007

Um viva 'as diferenças!

Eita que semana puxada foi essa... nos estamos com prazos super apertados la na empresa, então todos os dias, ficam pelo menos 4 trabalhando ate 9 da noite... Essa semana foi a minha vez... super puxado...
Mas não vim aqui pra falar disso, hoje resolvi colocar aqui algumas das esquisitices desse povo, que eu percebi nesse meu quase 1 ano de Holanda... O intuito desse post não eh criticar não, gente, eh so colocar aqui alguns habitos dos holandeses que são diferentes dos nossos, nos quais, morando aqui, tropeçamos todos os dias.
Primeiro, eles falam alto. Muito alto. E riem igualmente alto. Isso eu percebi desde a primeira vez que conversei com Maridim. Como o bichinho ri alto! Não importa onde ele esteja, se for engraçado, ele solta aquela gargalhada alta dele. Hoje ja me acostumei e acho ate fofo, mas no começo eu estranhei...
Com essa coisa de falar alto, eu as vezespasso por mal educada no trabalho, porque quando os outros chegam, eles soltam aquele BOM DIA superalto, e eu, quando chego, falo bom dia, normal, mas muita gente não ouve, e depois vem falar comigo, e solta no começo da conversa: bom dia, Patricia... assim, como uma alfinetada... Eu tô aprendendo a falar mais alto, mas eu não sou assim, espalhafatosa, mas tô aprendendo.
Outra coisa eh o tal do "eet smakelijk!" Significa "Bom apetite". Ok, quando sento pracomer com alguem, eh normal falar pra pessoa: bom apetite. Mas aqui, você chega na cantina (do trabalho) e tem que soltar um sonoro EET SMAKELIJK!!! pratodo mundo ouvir. E todo mundo responde: "o mesmo!" Uma outra opção eh falar somente para as pessoas das mesas pelas quais você passa ate achar o seu lugar pra sentar. Agora eu sempre faço isso, porque pra mim ainda ehmuito dificil falar assim alto pra todo mundo ouvir... no começo eu passei por mal educada muitas vezes, mas agora aprendi.
Falando em cantina do trabalho, acho cômico ver oque esse povo leva pra comer. Como muita gente sabe, aqui eles têm o habito de comer um (ou dois ou três...) sanduiche na hora do almoço, e comida mesmo, eh so no jantar. Ate ai, tudo bem, mas alem dos sanduiches que TODOS levam pra trabalho, vêem os acompanhamentos estranhos, tipo ovo cozido, tomate (assim, puro,sem sal, sem nada), pepino em rodelas. Falando assim, parece que eu tô falando de umasalada normal, mas não, gente, eh assim, um colega come seu pão e depois tira da bolsa um tomate e começa a comer. O outro tira do potinho rodelinhas de pepino. O outro um ovo cozido. Muita gente toma sopa (isso eu tambem tomo), daquelas de pacotinho que eh so misturar na agua. Tudo regado a iogurte natural ou leite (que eu so o que eles bebem). Eh esquisito ou não eh? Johan e as crianças tambem têm (ou tinham) o habito de jantar bebendo leite. Ecaaa! Depois da minha chegada aqui, Johan reclama que eu tô mudando as crianças, porque eu não vou comer bebendo leite puro, então coloco logo um Ice Tea na mesa, e agora, pronto, nenhuma criança quer mais beber leite na janta, eles querem so Ice Tea (logioco).
Quando você vai visitar alguem, eh muito comum eles colocarem um aperitivos assim na mesa, tipo, pepinos em rodelas, linguiça, salame, e assim o papo rola por horas, regado a cafe e pepino. Eu que nunca fui de comer pepino, ja tô ate me acostumando e daqui a pouco ate eu vou estar servindo pepino pras visitas... Outra coisa que eles fazem (e agora eu tambem faço), eh quando você chega na casa da pessoa, entrou, tirou o casaco, ainda nem sentou, eles ja perguntam: quer beber o que? Eu acho meio estranho, mas agora tambem vou logo perguntando pras minhas visitas tambem.
Outra coisa, se eles querem puxar assunto com você, na maior parte das vezes eles começam de duas formas. A primeira eh o bom e velho falar do tempo. Aqui, no caso, eh falar mal do mau tempo. A outra forma eh perguntar: o que você vai comer hoje? Muita gente ja me perguntou isso no trabalho e tambem nos finais de semana. Eu acho estranho, ate porque na maioria das vezes, eu não faço a menor ideia do que eu vou comer, quando eu chego em casa eh que eu vejo, então o papo não segue muito adiante. Eu ate pergunto, por educação, e você? E eles falam detalhadamente o prato quevão preparar a noite, as vezes eh ate bom por que me da uma ideia do que fazer pra janta.
Outra tambem que eu ja ouvi muito eh: Nossa, que dentes bonitos, são seus dentes de verdade ou são falsos? Ah, faça me o favor!! Na primeira vez que me perguntaram isso eu comecei a rir, de sem graça que eu fiquei! Sim, os dentes são meus, usei (e ainda uso pra dormir) aparelho nos dentes por anos e anos e agora a outra vem me perguntar se eh dentadura?? E se fosse?? Que coisa mais constrangedora... Maridim fala que não eh por mal, que eh um elogio, mas eu não gosto, coisa mais chata, perguntar se o outro usa dentadura ou não, eu heim!
Ih, as diferenças são tantas, que o post vai ficar gigante... Pra quem mora por aqui, pode ficar a vontade pra aumentar a lista de diferenças... se eu for me lembrando de mais, vou postando mais...

14 Comentários:

Às quinta-feira, maio 17, 2007 1:31:00 PM , Blogger Susana Jas disse...

Patty !

Eu ando tao desleixada com minhas visitas ! Desculpa !
Vou ver se organizo meu blog (ou nao) e coloco minhas visitas especiais em dia.

Quanto as habitos, ha' que se estranhar mesmo algumas coisas. Eu, por exemplo tenho vizinhos que nao gritam: berram !!!!
Ui ! Que horror !

Muito legal a forma que voce colocou as diferencas !

Bj,

Susana

 
Às quinta-feira, maio 17, 2007 1:56:00 PM , Blogger Mile disse...

Que post legal. Semana passada eu tava escrevendo num papel as diferenças daqui, da Espanha, mas nem sei onde coloquei. Vou procurar e postar. Tb adoro essa diversidade, cada um com seus costumes.
Ah, e nada de baby, alarme mais que falso!!!

 
Às quinta-feira, maio 17, 2007 10:34:00 PM , Anonymous Agridoce disse...

huahuahauahau
eu não gosto disso de marcar horário para visitar...acho chato pra cac***...quer visitar fulano, liga marcando primeiro, que porre, huhauahuahau
Isso do falar quase berrando, eu acho o máximo....porque eu sou espalhafatosa demais, eu não rio, eu gargalho e sou de família italiana, lá em casa todo mundo se entende aos berros, huahuahaua
então, com Beibe foi amor a primeira gargalhada, huahauhauahau
pensei comigo: tá aí, nunca mais vou ter que fingir que sou delicada e rir baixinho ^^
Por falar em coisas "altas", gente, isso é um blog de família, mas até naquelas horas a coisa é mais alta do que o normal, huaauahua
desculpa aí Pati por isso, mas agora eu fiquei curiosa para saber se é só o meu ou isso também é regra entre os holandeses, huhauahuahaua
Outra coisa são aqueles granulados no pão, bizarro demais...
e a espontaneidade para tudo...no inicio eu ficava passada....eles agem como se tudo fosse normal, normal até demais...cansei de ver certas coisas estranhas e comentar e o Beibe não entender, ficar lá com aquela cara de paisagem, sabe? sem entender o que era estranho...
e os holandeses fumam demais! Esse povo já nasce com uma bagana de cigarro no canto da boca, cruzes!Que bom que você passou no meu blog, eu tinha esquecido de te linkar, agora eu vou fazer isso!
E o seu amorzão, tá bem?
vejo que apesar de estar trabalhando bastante você está faceira, isso é ótimo demais, estou feliz por você, aos poucos tudo vai entrando nos eixos...
Se cuida, garota, aproveita o feriado!

 
Às sexta-feira, maio 18, 2007 11:18:00 AM , Anonymous Aline Franca disse...

Amiga adorei o post, e vc tem razao em todas estas diferencas...

Agora que estou gravida estou vendo umas em relacao a quando se tem o bebe, so por deus, por exemplo quando eles vao te visistar vc serve aquela torrada redonda com uma manteiga e umas bolinhas em cima se menino bolinhas azuis se menina rosa, e eu nao gosto do gosto nao :)

E os aniversarios que alguns convites vem com o valor do presente, fora os que vem com o valor do dinheiro kkkkk ai sem saber vc corre e compra um bonus em uma loja kkkkk :) ai meu deus

Vishi tem tantas ne??? alias tem algumas que nos mesmo ja nos acostumamos e acabamos esquecendo kkk :)

Olha aproveita os passeis e tira bastante fotos vamos esperar viu...

bjs
aline e super junior

 
Às sexta-feira, maio 18, 2007 1:06:00 PM , Blogger Jo disse...

Hahaha...acho que isso varia de região.Nunca me serviram pepino e tomate em rodelas.Mas quanto a falar alto..eu já passei muita vergonha com o Marcel...affee...e no celular então???
Agora eu acho bacana esse negócio do lanchinho com qualquer coisa, saudável.
Patrícia bom fim de semana!! Aproveite o sol comadre!!!

 
Às sexta-feira, maio 18, 2007 8:16:00 PM , Blogger Naldy disse...

Menina to rindo até agora pois estou há 3 anos aqui e ainda não acostumei a falar alto. Eu sempre fui daquelas de falar baixinho. Imagina o meu problema aqui? Todo mundo 'grita' - para mim :) -
E o tal de 'eet smakelijk'? ah, que coisa mais enjoada ter que repetir. No meu trabalho a cantina é enorme. Imagina se eu tiver que dizer pra todo mundo vou ter que usar megafone hahahahha ou então repetir a frase umas 10 vezes!
Eu me disponho a dizer uma vez na minha mesa. E tá muito bom!
E o leite? Nem pensar! pelo menos no meu trabalho eles dão leite (Eca) e sinaasappelsap (o velho e maravilhoso suco de laranja) Graças!
E ainda temos a sopa do dia. Gratis. e a holandesada cai em cima da sopa gratis. Mas tem o pão. Ovo, tomate, hahahaha menina é tudo igual só muda o endereço e 'o dialect' hahahha
Bjs e bom findi!

 
Às sexta-feira, maio 18, 2007 8:42:00 PM , Blogger Naldy disse...

Pati, postei um 'adendo' ao seu post. E linkei você por lá!
BJS

 
Às sábado, maio 19, 2007 12:23:00 AM , Blogger Jôka P. disse...

Em Copacabana nós gostamos de ler você !
:)

 
Às sábado, maio 19, 2007 9:53:00 PM , Anonymous Eliana disse...

É tudo igual mesmo...e as meninas acrescentaram do que me lembrei também...enfim...a gente vai se acostumando...eu sinto muita falta do almoço...credo dava até uma fraqueza durante a tarde quando eu tinha o meu estágio...eu ainda tenho o hábito de almoçar...faço comida mesmo...e o fofis vem almoçar em casa...já acostumou e quando não almoça, acha falta. Bom fim de semana! Beijos

 
Às domingo, maio 20, 2007 7:26:00 PM , Anonymous Karla disse...

Oi Patricia, me nome é Karla, chegui ate por causa da Naldy, e vim de perto sobre estas diferenças, eu adoro esse tema menina embora tenha coisas mesmo que deixam a gente sem entender eu ficava, mas o que é isso mesmo hein? kkkk se tiver mais manda ai pra gente conhecer.
um beijo e se quiser conhercer meu cantinho a vontade ta

 
Às segunda-feira, maio 21, 2007 10:27:00 AM , Blogger Ciça - Égua da Coluna disse...

Eu tenho uma amiga carioca que morou 2 anos na Holanda. achei que ela falava alto por ser brasileira, mas vai ver que aprendeu com os holandeses hahahah

 
Às segunda-feira, maio 21, 2007 4:08:00 PM , Anonymous Eliecy disse...

Oi Pat...

Não cheguei a morar aí, mas nas feras prolongadas de 2 ou 3 meses, sempre dava para notas as diferenças: Você realmente relatou com fidelidade.

Acostumado com a praticidade holandesa, aqui no Brasil meu marido sempre me pergunta quanto tempo(em minutos exatos (rsss)) tenho que deixar a comida cozer. Quando respondo que eu experimento durante o cozimento ele só falta ter um ataque de supresa!!!

O pão está abolido aqui em casa da hora do almoço. Baixei Lei (rsss). Ele fala que eu o estou engordando ele com duas refeições, e haja feijão!!!

Brincadeira!!! Também faço os pratos que ele gosta, acho que está meio-a-meio.

A única coisa que ele diz com respeito a nós mulheres, é que conseguimos falar ao mesmo tempo!!! Como nós conseguimos!!! (hehehe). Eu falei para ele que era uma técnica labial que as brasileiras possuem e é nato!!!

Beijocas.

 
Às quarta-feira, maio 23, 2007 2:45:00 PM , Blogger Vi disse...

Nossa Patty adorei o Post.

 
Às quarta-feira, junho 25, 2008 1:35:00 AM , Anonymous Vasco disse...

Muito engraçado! Vivi em Amsterdam uns 8 meses. A comida ao almoço era mesmo estranha ao início!

Todo o atelier se juntava na mesa de reuniões que servia de mesa de refeição à hora de almoço. Descongelava-se o pão e juntava-se salmão fumado c/ maionaise, kipfillet , ovo e ruccula, manteiga de amendoím (pindakaas) com nutella e aquelas coisas de chocolate, etc.

Mas tive muita sorte, que o meu colega trabalhava num restaurante de sushi à noite e trazia as sobras para o almoço do dia seguinte.

À sexta-feira comia-se Lekkerbek ou Shoarma!
Lekkerbek eu adorava!

Gostei do teu blog!

Abraços,
Vasco

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial